domingo, 19 de novembro de 2017

2018: ANO JÚPITER E DE PARCERIAS


2018 está chegando! E o que ele está guardando para cada um de nós?
2016 foi um ano de encerramento de ciclos, a soma é 9.
2 + 0 + 1 + 6 = 9, então podemos ver muitos relacionamentos que chegaram ao fim, relacionamentos de pessoas famosas e amigos nossos, tudo aquilo que não servia mais, tudo aquilo que não estava nos ajudando na nossa evolução, 2016 levou embora.
E 2017 foi um ano de recomeços. 2 + 0 + 1 + 7 = 1. Ano 1! De inícios, e muitas vezes pra recomeçar, precisamos encerrar mais ciclos, então 2016 e 2017 foram 2 anos bastante intensos e de muitas mudanças para alcançarmos cada vez mais o nosso propósito. Todas as mudanças que acontecem na nossa vida querem nos dizer alguma coisa.
Mas, vamos ao que interessa.

2018

2018 é o ano 2,  2 + 0 + 1 + 8 = 11 = 1 + 1 = 2.
Um ano extremamente positivo numerologicamente, 11 é um número cabalístico, fala sobre destino e inspiração, assim como o número 2, o número 11 também fala sobre parcerias. Percebe-se que 11 são dois números iguais, fala sobre se igualar ao outro, ter empatia, compaixão, saber se colocar no lugar do próximo e assim viver em união.
2018 vai ser um ano em que precisaremos unir nossas forças, quanto mais as pessoas se unirem e deixarem o egoísmo de lado, mais o ano vai ser positivo e favorável em todos os aspectos. Aqueles que são egoístas e individualistas sofrerão, e o ano não vai ser tão bom. Acabou-se o tempo de ser egoísta e só pensar em si mesmo, saímos da era do sol em 2016, o sol é um astro que fala muito sobre ego e individualismo, entramos na era de saturno, e agora estamos saindo de um ano 1 para entrar num ano 2. 
União, compaixão, dividir, compartilhar, ajudar. 2018 nos pede tudo isso.

Na astrologia, 2018 é um ano jupiteriano, regido por Júpiter, planeta de sagitário, ou seja, um signo de fogo, de pessoas muito felizes e entusiasmadas. Júpiter é expansão!!! É grandeza e abundância. Onde você tem Júpiter no seu mapa astral é onde você vai se expandir, é onde você tem sorte. Esse planeta também está muito relacionado a viagens, ou seja, vai ser um ano muito favorável para viajar e planejar as melhores viagens, mas sempre pensando num propósito maior.
É importante saber que tanto sagitário quanto Júpiter não estão apenas relacionados com viagens, grandeza e felicidade, este aspecto nos pede muita profundidade, espiritualidade, estudos, filosofia. Sagitário vem da palavra inglesa, "sage", que significa sábio. Todos os seres que viajam e se aventuram em lugares novos são pessoas sábias, sábio é aquele que se permite sair da zona de conforto, se permite conhecer lugares novos e arriscar. Sábio é aquele que sabe que existem diferentes formas de vida e que ele não é o único ou o mais importante.
Saber que existem formas de vida totalmente diferentes das que estamos acostumados a ver no nosso dia a dia é ter sabedoria, e 2018 nos pede exatamente isso. Precisamos enxergar o próximo com compaixão e entender que não somos melhores ou piores, não existe certo ou errado, nenhuma experiência falha e cada um está passando pelo seu processo que é único, não cabe a nós julgarmos a jornada do outro e sim RESPEITAR.

Atenção ao mês de agosto em 2018. Vai ser o mês mais tenso do ano astrologicamente, devido a quantidade de planetas retrógrados no céu. Ao total, serão 6 planetas retrógrados. Agosto é sempre um mês que demora muito para passar, e em 2018 ele nos pede mais cautela e calma, não é hora de ser impulsivo, é hora de refletir e se interiorizar, a busca pelo autoconhecimento vai ser essencial neste novo ano, não somente em agosto, mas durante o ano todo. Quem não sabe que religião seguir, ou está querendo mudar, quem está em busca da paz interior, vá! Vá em busca do que é melhor para você e procure estar em lugares de muita luz, lugares em que você se sinta em paz e confortável. O autoconhecimento é um dos melhores investimentos que podemos fazer. E Júpiter está em escorpião, e ficará no signo de escorpião até dia 23 de novembro de 2018, e escorpião é um signo misterioso, que sente atração pelo misticismo e tudo aquilo que é oculto, signo de pessoas profundas, em 2018 não seja raso e nem superficial. 
Ano de eleições, copa do mundo, viagens, profundidade, autoconhecimento, parcerias... 

DESEJO MUITA LUZ PARA TODOS. MUITA LUZ AO BRASIL E AO MUNDO.

LUZ, LUZ, LUZ. 

sábado, 18 de novembro de 2017

CASA 12 NO MAPA ASTRAL: VIDA PASSADA E KARMAS

A casa 12 no mapa astral é a última casa e diz muito sobre espiritualidade, a sua relação com a fé, Deus, espiritualidade... Também é a casa dos karmas, das vidas passadas e aquilo que precisa ser resolvido nessa vida. Resumindo: É uma das casas mais misteriosas do mapa astral e que trata assuntos ocultos, mas não da mesma maneira da casa 8.




PLANETAS NA CASA 12:
Júpiter na casa 12: Júpiter rege o signo de sagitário e ter ele nessa posição, pode significar que você queira conhecer várias religiões, filosofias e estará sempre pesquisando assuntos sobre espiritualidade e se expandindo nessa área da sua vida. Júpiter também é o planeta da SORTE, que trás sorte, bem aspectado pode te trazer bons frutos na área do auto conhecimento e espiritualidade.
Torna-se uma pessoa mais feliz ao perceber que pode transformar o mundo com a sua generosidade e atos de compaixão.
Proteção espiritual poderosa!

Mercúrio na casa 12: Este é o planeta da comunicação, do intelecto, da escrita e da fala. Rege 2 signos, gêmeos e virgem. E também está relacionado com a casa 3 do mapa astral e a casa 6.
Ter mercúrio na casa 12 significa que a pessoa pode vir a se tornar um intelectual em assuntos místicos, espiritualidade, gosta muito de investigar o oculto e saber tudo o que há por trás de tanto mistério, além desse forte interesse pela espiritualidade, esse pode ser um de seus assuntos preferidos para falar na roda dos amigos, da família. Não só falar, mas também escrever sobre.

Marte na casa 12: Marte é o planeta que rege o signo de áries, o famoso planeta vermelho e que tem relação com o elemento FOGO. Áries, sabemos que é um signo de pessoas impulsivas e corajosas, e marte é tudo isso também. Onde tem marte no seu mapa é onde você tem força, marte também tem relação com a comunicação, mas não é a comunicação FALADA, e sim como você se expressa através do seu corpo. Expressão corporal, sexo, como você briga e como você é quando está com raiva. Marte na casa 12 a pessoa pode reprimir a sua raiva, pode ser aquele famoso "passivo-agressivo". Pode querer agir em segredo ou sozinho. 
Quem nasceu com marte na casa 12 também tem uma forte tendência a fugir da realidade como escape para raiva e desentendimentos. Cuidado com inimigos secretos ou aquele amigo que parece ser muito generoso e na verdade é oportunista ou falso.

Lua na casa 12: A lua rege o signo de câncer, isso explica porque os cancerianos mudam de humor tão rapidamente, assim como a lua que muda sempre de fase (lua nova, cheia, minguante e crescente). A lua não influencia somente o humor dos cancerianos, mas o humor de todos nós, pois todos nós temos câncer em alguma parte do mapa e todos nós temos a lua também. A lua corresponde as nossas emoções, sentimentos e humor. Também corresponde a maternidade e a nossa mãe ou como seremos com os nossos filhos, nosso lado materno. A casa 12 é uma casa do elemento água, assim como a lua. 
Ter a lua na décima segunda casa significa que seus problemas emocionais/sentimentais nessa vida correspondem a vínculos e karmas de vidas anteriores. Talvez tenha um relacionamento inusitado com a mãe, pode ter conflitos com a mãe ou um relacionamento nem tão comum. 
Possibilidades de casos de amores secretos, reprimir os sentimentos entre outros. Precisa aprender a expor mais suas emoções e não esconder ou reprimir aquilo que deve ser colocado pra fora. Fale! Permita-se conversar sobre os seus sentimentos, conversar abertamente sobre aquilo que você não se sente confortável sobre ou qualquer coisa que está te incomodando.

sábado, 30 de setembro de 2017

O LOUCO - TAROT E SEUS SIGNIFICADOS


O PRIMEIRO ARCANO MAIOR DO TAROT
O LOUCO - THE FOOL

A carta do louco é o primeiro arcano maior do tarot, alguns baralhos e tarólogos consideram sendo a carta número ZERO, e outros como a carta número 1. É com ela que iniciamos a jornada do louco e passamos a entender a vida e o tarot como uma jornada.
Ao analisarmos a carta percebemos que há um homem caminhando com uma flor na mão e olhando para cima, logo não consegue ver que existe um precipício logo na sua frente, também podemos observar que existe um cão caminhando com o homem e parece tentar avisá-lo sobre o precipício. 


PALAVRAS CHAVES PARA DEFINIR OS SIGNIFICADOS DA CARTA DO LOUCO:
  • Começo
  • Arriscar
  • Correr os riscos
  • Início
  • Espontaneidade
  • Dar o primeiro passo
  • Nova fase
  • Aventura
  • Iniciar uma jornada
  • Começar algo novo
  • Ir de cabeça no desconhecido 
  • Não ter medo do que vem pela frente
  • Pensar menos, fazer mais, caminhar
  • Continuar a caminhada em busca do novo e desconhecido
Como a carta 0, o louco está no início dos grandes arcanos, mas também um pouco além das outras cartas. Nos tribunais medievais, o juiz do tribunal era alguém que não deveria seguir as mesmas regras que outros. Ele podia observar e depois se divertir. Isso torna O LOUCO imprevisível e cheio de surpresas. Ele nos lembra o potencial ilimitado e a espontaneidade inerentes a cada momento. Há um sentido com este cartão que qualquer coisa vai - nada é certo ou regular. The Fool/O Louco acrescenta o novo e desconhecido a uma situação.
O LOUCO também representa a fé completa de que a vida é boa e digna de confiança. Alguns podem chamar o louco também de inocente, mas sua inocência o sustenta e lhe traz alegria. Nas leituras, o Louco pode sinalizar um novo começo ou mudança de direção - um que o guiará para um caminho de aventura, maravilha e crescimento pessoal. Ele também lembra que você mantenha sua fé e confie em suas respostas naturais. Se você está enfrentando uma decisão ou momento de dúvida, o Louco diz que você acredite em si mesmo e siga seu coração, não importa o quão louco ou tolo seus impulsos possam parecer.

terça-feira, 25 de julho de 2017

SE LIVRE DAS MÁSCARAS E DAS MENTIRAS PARA AGRADAR OS OUTROS


"Não existe mudança sem mudança. É natural que as transformações internas que fazemos, tenham seu reflexo no externo. E viver na mentira, viver usando máscaras para agradar a família, os amigos, a sociedade, causa uma dor muito maior quando você está consciente que está utilizando máscaras, do que quando você está imerso na ignorância. E para que a mudança se materialize, duas frentes precisam ser trabalhadas: desapego e medo da não-aceitação"

Vivemos em sociedade, então sempre existem outras pessoas envolvidas em nossas vidas, em nosso projetos e cotidiano, viver sozinho é algo impossível, mas no final do dia sempre estaremos sozinhos, no final de tudo estamos todos sozinhos e caminhando sozinhos. É a nossa vida, nosso destino e a nossa própria jornada. Nada e nem ninguém pode interferir na nossa busca pela evolução, o despertar só acontece para aqueles que estão preparados para desapegar de tudo e todos na medida em que a vida for caminhando para novos rumos,  não temos que ser egoístas e só pensar na nossa evolução, estamos aqui para construir um mundo melhor e criar uma realidade melhor para todos, devemos ajudar o próximo, ter compaixão e fazer acontecer. 
A maior mudança vem de dentro e por algo maior. Seja a mudança que você quer ver no mundo e comece por você, as pequenas atitudes individuais de cada um tem um poder enorme de mudar o mundo em que vivemos, crie sua própria realidade, cuide de si mesmo e assim estará cuidando dos outros, não confunda honrar a si mesmo com o egoísmo, o ego não é o caminho da evolução, e assim que tomamos consciência da sua existência e do que ele causa em nós, passamos a nos conscientizar do quanto precisamos ser almas livres e contribuir com o crescimento pessoal de cada um que passa/cruza o nosso caminho.
SEJA GRATX.
EXPRESSE GRATIDÃO. 

quinta-feira, 20 de julho de 2017

CLARICE LISPECTOR: Das vantagens de ser bobo

Recentemente li um texto escrito pela Clarice Lispector, nascida na Ucrânia e trazida ao Brasil com apenas 2 anos de idade, naturalizada brasileira e dizia sobre a Ucrânia "naquela terra eu literalmente nunca pisei, era carregada no colo.". Achei o texto maravilhoso, e resolvi compartilhar aqui no blog:


"O bobo, por não se ocupar com ambições, tem tempo para ver, ouvir e tocar o mundo.
O bobo é capaz de ficar sentado quase sem se mexer por duas horas. Se perguntado por que não faz alguma coisa, responde: “Estou fazendo. Estou pensando.”
Ser bobo às vezes oferece um mundo de saída porque os espertos só se lembram de sair por meio da esperteza, e o bobo tem originalidade, espontaneamente lhe vem a idéia.
O bobo tem oportunidade de ver coisas que os espertos não vêem.
Os espertos estão sempre tão atentos às espertezas alheias que se descontraem diante dos bobos, e estes os vêem como simples pessoas humanas.
O bobo ganha utilidade e sabedoria para viver.
O bobo nunca parece ter tido vez. No entanto, muitas vezes, o bobo é um Dostoievski.
Há desvantagem, obviamente. Uma boba, por exemplo, confiou na palavra de um desconhecido para a compra de um ar refrigerado de segunda mão: ele disse que o aparelho era novo, praticamente sem uso porque se mudara para a Gávea onde é fresco. Vai a boba e compra o aparelho sem vê-lo sequer. Resultado: não funciona. Chamado um técnico, a opinião deste era de que o aparelho estava tão estragado que o conserto seria caríssimo: mais valia comprar outro.
Mas, em contrapartida, a vantagem de ser bobo é ter boa-fé, não desconfiar, e portanto estar tranqüilo. Enquanto o esperto não dorme à noite com medo de ser ludibriado.
O esperto vence com úlcera no estômago. O bobo não percebe que venceu.
Aviso: não confundir bobos com burros. Desvantagem: pode receber uma punhalada de quem menos espera. É uma das tristezas que o bobo não prevê. César terminou dizendo a célebre frase: “Até tu, Brutus?”
Bobo não reclama. Em compensação, como exclama!
Os bobos, com todas as suas palhaçadas, devem estar todos no céu.
Se Cristo tivesse sido esperto não teria morrido na cruz.
O bobo é sempre tão simpático que há espertos que se fazem passar por bobos.
Ser bobo é uma criatividade e, como toda criação, é difícil. Por isso é que os espertos não conseguem passar por bobos. Os espertos ganham dos outros. Em compensação os bobos ganham a vida.
Bem-aventurados os bobos porque sabem sem que ninguém desconfie. Aliás não se importam que saibam que eles sabem.
Há lugares que facilitam mais as pessoas serem bobas (não confundir bobo com burro, com tolo, com fútil). Minas Gerais, por exemplo, facilita ser bobo. Ah, quantos perdem por não nascer em Minas!
Bobo é Chagall, que põe vaca no espaço, voando por cima das casas.
É quase impossível evitar excesso de amor que o bobo provoca. É que só o bobo é capaz de excesso de amor. E só o amor faz o bobo." -Clarice Lispector