domingo, 25 de outubro de 2015

Ainda sobre o ENEM


Acabei de fazer um post sobre o ENEM, eu sei. Mas parece que nunca é o suficiente e os memes não param.
Quanto machismo, preconceito e ignorância nas redes sociais.
Não, a questão da violência contra as mulheres não é coisa de "ESQUERDA" e me preocupa quem acha isso. A violência contra a mulher é um problema que não envolve nenhum tipo de partido político ou posição política, se você é direita ou esquerda, humanas ou exatas. A questão é séria.
O problema é grave e milhares de mulheres morrem e sofrem por isso ainda.
Recentemente, compartilharam no meu feed uma notícia sobre um suposto "ponto preto" que algumas mulheres estavam colocando na mão e tirando foto.
Fui clicar na notícia e li que esse ponto preto é um aviso de que essa mulher está sofrendo violência doméstica, então fica a dica, se alguém postar uma foto com um ponto preto na palma da mão, não pense duas vezes, ajude essa mulher e denuncie. Ligue para a polícia.


Enquanto alguns ainda estão fazendo a prova do ENEM as redes sociais já está lotada de memes, notícias e avisos sobre a redação e outras coisas.


Vi uma notícia na Folha de São Paulo de um menino que chegou atrasado, mas não queria virar meme. Diz ele que pegou 3 ônibus para chegar até o local da prova, e um dos ônibus quebrou no meio do caminho, ele mora longe e saiu de casa ás 8:15 da manhã, sendo que a prova começava ás 13h.
TRISTE. Triste saber que isso é o que acontece com a maioria das pessoas. Triste saber que nosso futuro depende de uma PROVA, e que se eu perder essa prova somente ANO QUE VEM. Sim. Essa é a realidade do país em que vivemos e é lamentável acharmos isso normal e nos acostumarmos com todo o ano sendo a MESMA COISA.
Infelizmente o transporte público é precário e IMPREVISIVEL, em um país onde não é todos que tem carro e muito menos condição de pagar um táxi, ainda temos que passar por tais humilhações, se não bastasse tamanha pressão dos seus PAIS, e da SOCIEDADE pra vc ser ALGUÉM na vida e tirar uma NOTA BOA no ENEM, você ainda tem que passar por todas essas situações desconfortáveis e ainda chegar em casa ver o seu rosto em vários SITES e perfis do FACEBOOK, TWITTER e outras REDES SOCIAIS.
Imagina? A sua imagem VIRALIZANDO em segundos, fazendo piadas e zoando. Como se fosse SUA culpa ter chegado atrasado. Como se essa fosse uma situação NORMAL. 
De NORMAL isso não tem nada.
Vamos parar de compartilhar esses MEMES, pois PODERIA SER você. Vamos parar de incentivar esse tipo de humor e nos conscientizar do quanto o governo faz com que passamos por situações ridículas. A LUTA CONTINUA.

ENEM e os absurdos

Não é mais novidade de que a primeira questão do Enem foi sobre Simone Beavouir, além disso a prova contou com inúmeros textos e questões abordando personalidades famosas e assuntos presentes nos dias atuais como o feminismo, educação entre outros.
Paulo Freire também foi citado entre outros pensadores que deixaram sua marca no mundo.



Acontece que feministas foram atacadas no twitter por usuários que estavam se sentindo ofendidos pela comemoração da Simone ter sido citada na prova, além disso, Simone foi trending topic mundial na rede social (twitter) e pessoas do mundo todo estava se perguntando o motivo. Dear gringos, foi por causa do ENEM.
Enfim... É lamentável a ignorância das pessoas, a simples comemoração por uma questão no ENEM causou tanta euforia que me espanta que estamos em 2015 e não em 1800.
Questões que deveriam ser óbvias são um TABU.

Incrível como dois dias de prova fizeram surgir tantos MEMES e questões que foram levantadas sobre desigualdade e quanto essa prova do ENEM pode ser um tanto INJUSTA com aqueles que não tem condições de ir de carro/táxi e precisam pegar o transporte público LOTADO, precário e IMPREVISÍVEL para chegar até o local da prova.
Se não bastasse tanta humilhação oferecida pelo próprio governo, essas pessoas ainda viraram memes e são expostas na internet sem o seu consentimento, uns ainda vão até o local só para ser plateia do sofrimento e desespero alheio.



Já foi a época que era engraçado rir da desgraça alheia. Exposição ao ridículo é o que essas pessoas passam por terem chegado atrasadas.
Meu objetivo com esse post é fazer você pensar no quão ruim é ser essas pessoas que chegar atrasadas e terão que esperar até ANO QUE VEM para tentar de novo. 
Coloquem-se no lugar dessas pessoas, imagina se fosse o seu rosto sendo compartilhado e viralizado no facebook, twitter e grupos do whats app? É a sua imagem.



E hoje o tema da redação é VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER. Um tema super atual e válido e que vai fazer muita gente ir bem na redação, principalmente as ativistas feministas, e aqueles que estão por dentro dos assuntos atuais. E é claro vai fazer muita gente ir mal, que sempre ignorou essa questão achando que "não é problema meu".
Minha amiga que foi exposta na internet por um simples tweet, tem um blog que é esse aqui:
Esse é só um exemplo de outras várias pessoas que foram expostas seja por ter chegado atrasada ou por um simples comentário de comemoração ou indignação. Pare de expor as pessoas na internet, principalmente aquelas que você não conhece. Vamos colocar-se no lugar do outro e ter mais compaixão. MAIS AMOR. ESPALHE O AMOR. E se você não concorda com algo, é direito seu, porém se você descorda ARGUMENTE, humilhar e ataque pessoal é mais do que uma prova da ignorância. Menos ignorância e mais COMPAIXÃO.
Boa sorte a todas as pessoas que estão fazendo a prova.

segunda-feira, 19 de outubro de 2015

A realidade brasileira

(Bairro de São Paulo, Morumbi)

Pra começar esse texto, vou falar sobre a minha realidade, sou brasileira, porém me considero um tanto privilegiada socialmente, estudei a vida inteira em escola particular, sempre fui bolsista, e nunca me envergonhei disso.
E tudo o que sei e sou devo eternamente aos meus pais, pelo esforço deles, trabalho e a vontade que eles tem de sempre me proporcionar o melhor. 
A verdade é que não é todo mundo que tem dinheiro para estar em uma escola particular, não é todo mundo que tem dinheiro para investir em educação, estudo e cultura. Quando falta comida em casa, não há nenhuma possibilidade de se pensar em pagar aula de piano, teatro, violão ou pintura para o filho.
Se não tem nem o que comer, nem a conta de água consegue pagar, qual o sentido de investir em cultura, educação? Essa é a realidade da maioria. Estudar de manhã em um ensino precário, os professores faltam, e de tarde já está trabalhando para ajudar a família no sustento de casa, e de noite quando chega em casa, não tem comida, não tem conforto, nem tempo para estudar.
Quando votamos em um candidato político, não temos que visar o nosso bem estar, não temos que ser egoístas a ponto de excluir as minorias ou aqueles que não enxergamos por estarem longe da nossa realidade. Mas, mesmo estando longe, mesmo você não enxergando, muito deles sendo minorias, eles existem, e eles tem uma vida que sendo cada dia mais prejudicada pelo estado. Pela corrupção e pelo descaso do governo.



Eu tive a oportunidade de passar 6 meses nos Estados Unidos. Enquanto eu estava lá, observava tudo, comparava tudo, e sentia na pele o quanto somos diferenciados socialmente e economicamente. Não somos um país de primeiro mundo e as diferenças são claras. Quando você faz intercâmbio os seus amigos e sua família perguntam sobre as festas, a comida, a cultura e os "namoradinhos". Querida família e amigos, o que eu tenho pra falar sobre a minha experiência nos Estados Unidos vai muito além de "festas, comida e garotos". 
Eu tenho uma critica social muito grande a ser feita que vem me incomodando a cada vez que eu ando na rua, falo com as pessoas, VIVO. Antes dessa experiência eu sabia da desigualdade, mas nunca me afetou tanto quando está me afetando agora. Antes era só na teoria, agora eu estou comparando tudo e todos com a realidade que eu vivia lá.
Os amigos que eu tenho, a escola que eu vou, o bairro que eu moro, o mercado, as pessoas, a minha família.
O meu ponto de vista sobre o mundo, sobre mim mesma e sobre o ambiente que eu estou mudou de maneira drástica. Como se conformar com tanta desigualdade? Como fazer vista grossa?

Ser da classe média é morar em um bairro bom, dar 3 passos e estar na favela.

Viver pra mim não é mais como antes, viver pra mim não faz mais sentido se eu não criticar e expor minha opinião, contar minhas experiências e fazer as pessoas perceberem o quanto estamos atrasados. Ser brasileiro tem suas vantagens, o país é maravilhoso, as paisagens são divinas, as pessoas são felizes, a comida é a melhor do mundo, o clima é perfeito e a cultura é uma das mais interessantes. Mas, por trás de tanta beleza, tanta gente bonita, essa diversidade enorme e essa riqueza cultural que temos, existe um problema gravíssimo. A desigualdade social.
Todos os países tem os seus problemas, os Estados Unidos está longe de ser perfeito, mas não podemos nos esconder por trás da beleza do nosso país quando temos algo a ser discutido, algo a ser combatido e que está acabando com a vida de milhares e milhares de pessoas.
Crescer no Brasil sendo pobre, estudando em escola pública é um desafio. Crescer dessa realidade e tornar-se um profissional de sucesso é um milagre.
Quero parabenizar a todos esses jovens pobres que sempre vejo na televisão que conseguiram vencer na vida apesar de todas as dificuldades, parabenizo todos aqueles que por mais que pareça que o mundo está contra você continuaram lutando, vocês são raros e são exemplos.
E quero deixar aqui a minha indignação por aqueles que acreditam em "meritocracia".


Esses casos que citei de pessoas pobres que conseguiram vencer na vida são raros, e para superar uma dificuldade tão grande que é a pobreza dentro desse meio capitalista em que vivemos é milagre. Parabenizo eles, mas tenho consciência de que existem aqueles que não conseguiram. E é por eles e por todos que nasceram em uma realidade ruim que eu luto.
Fazendo esse post, divulgando minhas ideias nas minhas redes sociais ou agindo pessoalmente, ajudando crianças e adultos, seja pequenas ações ou grandes, eu vou continuar lutando pelo o que eu acredito e manifestar a minha revolta.
Eu acredito sim que o Brasil vai conseguir ir pra frente e alcançar grandes potências mundiais, acredito que a desigualdade será combatida e a justiça será feita.
O texto é grande, mas a indignação é maior ainda.
Texto por: Mariane Dutra

segunda-feira, 12 de outubro de 2015

5 lugares que você precisa conhecer em Los Angeles

Fiquei 6 meses em Los Angeles por conta do intercâmbio e vou listar aqui 5 lugares que você precisa ir quando for para L.A. E algumas dicas com preços, endereços e melhores localizações. Seja um turista bem informado com esse guia maravilhoso escrito por mim, Mariane.
1- Walk of Fame (Hollywood Blvd)
Quem vai para California, Los Angeles e não vai conhecer a calçada da fama? A calçada da fama fica em Hollywood Blvd. É praticamente onde tudo acontece, os hotéis estão lá, vários teatros (inclusive o que acontece a cerimônia do Oscar), museus e quem sabe você dá a chance de encontrar algum famoso por lá.  Obs: Recomendo você a ir também, na entrada da calçada da fama, onde tudo começa e tem as primeiras estrelas.

2- Dolby Theatre (Antes conhecido como Kodak Theatre)
Hollywood & Highland, 6801 Hollywood Blvd, Hollywood, CA 90028, Estados Unidos
O Dolby Theatre é simplesmente o teatro onde acontece a cerimônia do Oscar (Academy Awards) todos os anos, e ele está localizado junto a calçada da fama em Hollywood Blvd. Ele também é palco de várias outras premiações e eventos. Lá dentro tem várias lojas e tem uma entrada para o restaurante Hard Rock Café, você pode entrar lá gratuitamente na parte de fora, e para entrar onde está o palco você precisa comprar algum ingresso de algum evento que vai acontecer lá. Eu entrei lá, porque eu fui no Paley Fest com os atores do glee, paguei U$42 dólares, o Paley Fest é um evento que atores de série ou filme vão lá e respondem e tiram foto com fãs. E no dia que eu fui eles exibiram um episódio inédito da série. Vale a pena conferir a programação do teatro para entrar lá.

3- LACMA (Los Angeles Country Museum of Art)
5905 Wilshire Blvd, Los Angeles, CA 90036, Estados Unidos (site)
Localizado perto de Beverly Hills. É um museu de arte focado em arquitetura moderna. Dentro do museu tem vários quadros, e pinturas e outros tipos de manifestações artísticas. A parte de fora do museu conta com a famosa "urban art". Que á que vocês estão vendo na foto acima. Vários "postes de luzes". É um lugar super conhecido, e já foi palco de vários ensaios fotográficos, é ótimo para tirar boas fotos.
Se você gosta de tirar fotos, esse é o lugar certo. E se você gosta de arte e está curioso para saber quais são as obras que tem dentro deste incrível museu, vale a pena você conferir a programação e saber qual artista está expondo suas artes lá através do site. O preço para entrar no museu é:
U$15 dólares - Adultos
U$10 dólares - Idosos e estudantes (tem que apresentar a identidade ou passaporte)
U$0,00 GRÁTIS - Crianças (Até 17 anos)

4- Disneyland - California Adventure
1313 Disneyland Dr, Anaheim, CA 92802, Estados Unidos
Na verdade, a Disney não fica em Los Angeles, fica em Anaheim na California, mas é bem perto. É 50 minutos de carro. A Disney da California é a primeira Disney de todas, foi onde tudo começou, e é dividida em 2 parques, o California Adventure e a Disneyland. Eu fui nos dois parques através da minha escola que eu estudava na California, e paguei U$100 no total para ir aos dois parques.
Foi uma experiência inesquecível, fui em várias montanhas russas, na famosa roda gigante do Mickey que vocês podem conferir na foto acima, e também fui no Hollywood Tower, que é um brinquedo que simula um elevador antigo.
Os brinquedos são muito divertidos, e sempre foi um sonho ir para a Disney, então foi ótimo. Mas, eu quero muito ir até a Disney de Orlando na Flórida, porque apesar de não ser a Disney original, o parque é maior e tem a atração de Harry Potter (Hogwarts) e eu quero muito conhecer, porque amo Harry Potter. Mas, enfim. Não tem como ir para a California sem ir para a Disney.

5- Hollywood Sign (Letreiro de Hollywood)
Existem vários lugares em Los Angeles que você consegue ver o letreiro de hollywood, uma delas é em Hollywood Blvd. A rua da calçada da fama. É só você ir ao Hollywood and Highland Center, que é um shopping a céu aberto que tem várias lojas de marcas famosas, você encontra de tudo lá, roupas, acessórios, lembrancinhas da California e muitos restaurantes como o Johnny Rockets, suba até lá em cima e encontre um lugar para ver o Hollywood Sign. O lugar que eu recomendo é perto de onde está o restaurante "California Kitchen Pizza". Que é um restaurante que dependendo de onde você sentar, você pode comer enquanto admira o letreiro. E do lado do restaurante tem um binóculo (parecido com aquele que tem em Nova York que sempre vemos nos filmes que tem o Empire State e as torres gêmeas) que você precisa colocar uma moeda de 25 centavos e você conseguirá ver de perto o letreiro.
Mas, para tirar foto ao lado do letreiro eu não recomendo ir até Hollywood Blvd. Porque é impossível tirar uma foto sua aparecendo o letreiro nitidamente, porque é bem distante, então é preferível que você encontre um lugar mais perto para tirar foto juntamente ao letreiro. Existem 3 pontos para fazer hiking bem famosos na montanha do letreiro: "Another popular hike is a 3-mile loop that's accessed from Vermont Canyon Road, north of the historic Greek Theatre."

Alguns endereços para conseguir uma boa foto sua com o letreiro:
3200 Canyon Drive, 90068 (Griffith Park) (34.124879, -118.313517)
3160 Canyon Drive Los Angeles, CA
3400 North Beachwood Drive, Los Angeles, CA 90068
3204 Canyon Lake Dr. Hollywood CA. 90068
LEMBRE-SE de pesquisar antes esses endereços, pois há outras maneiras e outras localizações que podem ser úteis para você. Se você estiver com carro, um lugar bom para estacionar o carro é esse: 2800 E. Observatory Rd, LA CA 90027.

Espero que tenham gostado do post, eu amei escreve-lo, pois me fez relembrar um pouco mais da maravilhosa experiência que eu tive nesse lugar lindo, que só me trás boas lembranças. Espero que minhas dicas tenham sido bastante úteis. E comentem qualquer dúvida que tiverem. :)

quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Textos sobre intercâmbio


Resolvi separar alguns posts que eu escrevi sobre como estava sendo a minha experiência nos Estados Unidos. (Pra quem não sabe eu fiz intercâmbio durante 6 meses ainda esse ano para Los Angeles na California, e escrevi várias coisas sobre como foi e como estava sendo, e gravei vários vídeos para postar no meu diário de intercâmbio no youtube).

1- Vou fazer intercâmbio (esse é o primeiro post que eu fiz antes de viajar, quando eu ainda estava no Brasil, eu falo sobre minhas expectativas e sobre esse sonho que estava prestes a ser realizado)
2- Intercâmbio em Los Angeles (aqui eu falo sobre como é bom arriscar e sair da zona de conforto)
3- Viagem e vídeos novos (vídeos do meu diário de intercâmbio)
4- Hiking em Hollywood e premiação do Oscar (fotos do hiking para o letreiro de hollywood e fotos da premiação do Oscar, Academy Awards que eu fui no teatro Dolby Theatre)
5- Expectativa X Realidade (vídeo e texto)
6- Conheci a Miley Cyrus (explico como eu conheci a minha artista favorita, Miley, em Los Angeles)

7- Conhecendo a minha host sister (vídeo e texto com perguntas da TAG que eu criei) 
8- O meu intercâmbio chegou ao fim (a parte triste dessa aventura que foi a melhor da minha vida e que fez o meu ano ser mais bonito e feliz)
9- Diário de intercâmbio (conto sobre minha trajetória antes e durante o intercâmbio + vídeos)
10- Retrospectiva - Intercâmbio na California 2015 (I just tell about how was my amazing, awesome and beautiful time in California, about my semester and all of my adventures over there and things that I learned and I will never forget, people I met, places I went, photos I took and a lots of other FUN things and LOVELY things I did).



When I start to feel "SAUDADE" I just come here and post something about my exchange program. Time flies. Thank you, thank you, thank you so much UNIVERSE, God, for everything, for this amazing experience.
I miss everyone, every place, I miss everything. I miss LA so bad. I feel so grateful to be able to say that California is my second home now.
Thank you all for read this.

terça-feira, 6 de outubro de 2015

O que é mapa astral?


Sempre amei astrologia, e esse ano, estamos vivendo uma onda que estão surgindo várias páginas, perfis no twitter, facebook e outras redes sociais sobre astrologia.
E então, aproveitando essa onda, vou escrever aqui o que eu entendo sobre MAPA ASTRAL.
Mapa Astral é o posicionamento dos planetas no dia do seu aniversário. Como estava o céu no exato momento em que você nasceu.
Todos nós (eu acho) sabemos onde o nosso SOL está posicionado. O nosso signo solar depende do mês e dia em que nascemos, acredito que todo mundo sabe qual é o seu signo, se é LIBRA, VIRGEM, CÂNCER, SAGITÁRIO... Enfimmmmmm... Mas esse signo que você sabe é só 1 DETALHE de você. Existem muitas outras coisas a serem descobertas ainda.
Existe muito mais além do signo solar, existe lua, ascendente, descendente, inferno astral, vênus, marte, e outros planetas e posicionamentos que você descobre quando faz o seu mapa astral. Existem 2 formas de fazer o mapa astral. Primeiramente, você precisa saber a hora em que nasceu.



1- De forma simples, prática e GRATUITAMENTE pela internet, onde você descobre o posicionamento de tudo quando você nasceu.
2- E a outra forma você precisa pagar, pode ser pela internet, via skype, ou consulta pessoalmente com alguma astróloga que vai te falar sobre a sua personalidade, e todos os outros posicionamentos no seu mapa astral.

O que o mapa astral fala sobre você?
-Personalidade
-Desafios que você pode enfrentar (planetas retrógrados e outros posicionamentos)
-As suas qualidades e defeitos
-Lugares que seriam bons para você morar
-Signos que combinam com você
-Pode te explicar o motivo de algo nunca dar certo na sua vida
-Você descobre coisas de você que nunca imaginou
-Suas dificuldades
-Suas habilidades e dons
-Profissão certa para o seu tipo de personalidade (meio do céu, ascendente, sol, lua)




Mapa astral é VIDA. Eu amo astrologia, psicologia e todos esses assuntos que possam me ajudar a desvendar a mim mesma. E a pessoa que mais devemos conhecer, somos nós mesmos. Muita gente pensa que se conhece, mas nunca tentou se auto-analisar.
E se conhecer é a melhor forma de fazer a vida andar pra frente, de fazer você mesmo aprender a lidar com os seus problemas, supera-los e evoluir.
Independente do método que você utilize para conhecer a si mesmo, seja por astrologia ou psicologicamente ou até mesmo se observando por conta própria. É sempre válido e é sempre muito bom tentar se conhecer melhor e aprender a dominar seus sentimentos e pensamentos. Essa é uma das razões que as pessoas procuram fazer o mapa astral.

Os leitores mais antigos sabem que eu fiz intercâmbio e até tenho um canal no youtube de diário de intercâmbio, durante a minha viagem eu me aprofundei muito sobre esses assuntos, comprei um livro em inglês e estou estudando muito sobre astrologia, então, aguardem que ainda postarei muito sobre esse assunto que tanto me interessa. 
Espero que tenham gostado.