sexta-feira, 29 de abril de 2016

Tenho medo de mim mesma

Como lidar com o medo de si próprio?

Sim, existe isso, temos medos e o maior deles é de nós mesmos. Não me surpreende e nem me agrada, ao pensar que quem melhor para nos destruir do que nós mesmos? Nós que sabemos dos nossos maiores defeitos, dos mais pequenos, daqueles que irritam, das piores história, das gafes cometidas, dos micos que pagamos, do que dissemos e não gostaríamos de ter dito... Dos arrependimentos que ficam surgindo na nossa mente inquieta.
O auto-julgamento é o ato de nos julgar, nos criticar, ter vergonha do que fizemos, do que fazemos, das nossas atitudes e das coisas mais simples que soam como o fim do mundo.


Estamos sujeitos ao julgamento alheio o tempo todo, não vivemos numa bolha, e estamos sempre cercados de pessoas, que vão no julgar nós querendo ou não. E por mais esforço que façamos para passar uma boa imagem, ser alguém legal. Vamos ser julgados. Nós julgamos e seremos julgados.
Mas, o pior julgamento não é o alheio, e sim o de si mesmo. Quantas vezes nos pegamos nos criticando e pensando "por que eu disse aquilo?" "como fui burra" "como fui trouxa" "como deixei essa passar?" "por que eu não fiz isso?" "por que?" "mas... E se tivesse acontecido...?".

APENAS PARE.


PARE.

Pare de se culpas por coisas já passaram ou por coisas que ainda nem aconteceram. Pare de antecipar seu sofrimento ou sofrer por algo que já não tem como mudar.
A nossa perspectiva é diferente da dos outros e o que é tão ruim para nós, pode não ser o fim do mundo para o outro. Pare de se torturar. Amor próprio não é só um nome que damos há um amor que sentimos por nós mesmos, é um ato de coragem. E deve ser praticado.
Honre a si mesmo. Tenha orgulho do que você é e de quem você já foi.
Você é um composto das suas viagens, dos seus amigos, das coisas que você ama, dos lugares que você já foi, das suas experiências sejam elas boas ou ruins. Tudo aquilo compõe a sua personalidade e todo o seu passado te ajudou a construir um novo eu. Melhorar esse EU.

Não há absolutamente nada de errado em se amar. Errado é se odiar, se torturar, se colocar pra baixo, se subestimar, se criticar, se colocar como a pior pessoa do mundo, se arrepender de tudo, ver tristeza em tudo, ser melancólico. Naturalizar a dor já deixou de ser normal faz tempo, NUNCA foi normal. Não considere o baixo-astral como um sentimento do cotidiano.



Permita-se sentir, viver, ser feliz, permita-se o bem. Seja o bem.

Você merece coisas boas. O sofrimento não tem que ser rotina, não tem que ser normal e não é necessário, não se culpe. Seja feliz, seja leve. Seja você.
VIVA!

0 3 comentários:

Postar um comentário

O blog Garota Etc é um blog que produz conteúdos originais de diferentes temas. Espiritualidade, astrologia, viagens e etc.
Aqui você terá acesso a fotos e notícias. Textos sobre a sociedade e o mundo em que vivemos. Criticas sociais e entretenimento.
Acesse o blog e fique por dentro das novidades.
Comente e divirta-se.