sábado, 19 de novembro de 2016

Xenofobia não faz nenhum sentido


XENOFOBIA. Um problema antigo, porém atual.
Xenofobia é uma forma de caracterizar o preconceito, ódio e intolerância aos estrangeiros, ódio a quem não pertence a sua região, quem não nasceu no seu país/cidade/região, quem veio de fora. Normalmente, as pessoas que mais sofrem xenofobia pertencem a regiões pobres, excluídas da área urbana, regiões menos populosas, o motivo muitas vezes é religião, ou condição social.
No Brasil por exemplo, os nordestinos são vítimas frequentes de xenofobia, seja na realidade virtual ou fora dela. Quantas vezes já vimos mensagens do tipo "Vamos separar o Brasil!" "Nordestinos são burros" "O sul e o sudeste são melhores" "O Brasil sem o nordeste seria um país melhor".
Enfim. Um grande absurdo.
Como alguém pode odiar um determinado grupo de pessoas por ter nascido em outro lugar? Simplesmente por ter nascido do outro lado da fronteira, do outro lado do país, do outro lado do mundo... Isso não faz nenhum sentido. As linhas que vemos nos mapas mundi, são imaginárias. IMAGINÁRIAS. Qual o sentido de odiar alguém por uma linha imaginária que separa você, dela?


Nas eleições de 2014, a xenofobia estava presente e forte nas redes sociais pelo resultado, visto que, o nordeste votou em massa na ex-presidente Dilma, a qual era rejeitada em pesquisas eleitorais pelas regiões Sul e Sudeste, foi vítima de manifestações contra o seu governo, e mais tarde sofreu impeachment. Atualmente, o presidente interino é Michel Temer do PMDB.
De 2014 para os dias hoje, 2016, as coisas infelizmente não mudaram tanto em relação ao preconceito e a xenofobia que muito se fala. Donald Trump, foi eleito o mais novo presidente dos Estados Unidos da América, ele, que é famoso por discursos racistas, homofóbicos e xenofóbicos contra a população imigrante, e principalmente os mexicanos, uma de suas promessas da campanha eleitoral foi construir um muro que separa os Estados Unidos do México, além de deportar todos os imigrantes ilegais e dificultar a entrada dos refugiados no país.
Recentemente, uma notícia que está circulando na internet e causando muita polêmica é que uma mexicana que apoiava Trump e sempre ressaltou seu amor pelo político, foi deportada.
É... Cômico se não fosse trágico.
Vamos repensar os nosso valores, e o que julgamos certo ou errado. Afinal, o ser humano é o único animal que paga pra viver na Terra.
Menos barreiras.
MAIS AMOR.

domingo, 13 de novembro de 2016

2016 foi um ano de encerrar ciclos e seguir em frente


"Então delete, tudo aquilo que não valeu a pena. Quem mentiu, quem enganou seu coração, quem teve inveja, quem tentou destruir você, quem usou máscaras, quem te magoou, quem te usou e nunca chegou a saber quem realmente você é."

2016 não está sendo um ano simples e fácil, já é novembro, e de janeiro pra cá, podemos perceber o quão árduo ele foi para alguns e esclarecedor para outros. 2016 foi o ano dos términos e começos. As vezes quando terminamos com alguma coisa, encerramos um ciclo, uma outra porta se abre para começarmos de novo.

E foi assim. Um ano de fim e começo.

Muitos relacionamentos acabaram, pessoas se transformaram, desapegaram, saíram de cena, foram embora, nasceu uma vontade de começar de novo. Apagar tudo aquilo que um dia te fez mal, perdoar, e seguir em frente. 

Para uns é mais difícil encerrar ciclos do que para outros que tem medo de mudança e são apegados ao passado ou tem medo de mudar com medo do que vão encontrar lá na frente, estabilidade é conforto, mas quando o que é estável está desgastado, o melhor a se fazer é jogar fora sem medo. Quando nos arriscamos a vida nos dá outra chance e permite com que sejamos seres humanos melhores. Arrisque e a vida lhe surpreenderá.

Em 16 de outubro de 2016, recebemos o fenômeno da SUPER LUA EM ÁRIES. O que gerou mudanças significativas. Foi um momento de curar-se, curar as feridas físicas, espirituais e mentais. Transformação. O sol agora está em escorpião e a palavra perfeita para definir este momento é TRANSFORMAÇÃO. Transição. Mudar para melhor.
Curar-se. Transformar-se. Arriscar. Ser melhor do que foi ontem.


2016 na numerologia é o número 9 que representa encerramento de ciclos. E 2017 será o ano 1, que é recomeço. Vamos fechar tudo o que deu errado e não está mais agradando, para iniciarmos 2017 bem, livres, desapegados e dispostos a recomeçar. Vamos começar 2017 com os caminhos abertos nos sentindo livre para ir para onde quisermos, tentarmos mais vezes, e mais vezes até nos encontramos. Porque ano que vem vai ser o ano de começar!!! Vida profissional, amorosa, acadêmica, espiritual, social... Tudo novo. Novidade.

2016 ainda não acabou, aproveite os últimos dias do ano para libertar-se de pessoas tóxicas que te afetam de alguma forma, mesmo aquelas que somos obrigados a conviver, proteja-se, evite comentar sobre os seus planos com elas ou permitir que elas suguem a sua energia. Está proibido sentir-se mal por fazer o que é melhor para você. Não é egoísmo escolher o que é melhor. Cuide-se.

Amor próprio.
Pratique o desapego.